Maranhão – Sefaz define estratégias para os próximos três anos

A Secretaria de Estado da Fazenda lançou durante o II Seminário de Administração Tributária, realizado nesta semana, nos dias 10 e 11, no Hotel Veleiros, o seu Plano Estratégico Trienal. O plano contempla os objetivos e as ações estratégicas da Secretaria para os próximos três anos, elaborados a partir do novo modelo de gestão com foco em resultados.

Foram definidas 75 ações estratégicas no plano trienal com o objetivo de elevar a arrecadação estadual, aperfeiçoar os processos e fortalecer a gestão dos recursos humanos e tecnológicos.

O secretário de Fazenda, Cláudio Trinchão, ressaltou o importante momento que a Secretaria vem passando e convocou todos os servidores para juntos trabalharem no sentido de atingir as pretensões postuladas na Visão da Sefaz que é ser uma instituição de excelência reconhecida pela qualidade dos seus serviços e pelo alto nível de seus resultados.

As ações traçadas no plano da Sefaz serão acompanhadas, a partir de agora, por uma sistemática de avaliação e monitoramento formulada por meio de indicadores, nível de cumprimento das metas e análises periódicas. Para apoiar essa sistemática, a Sefaz desenvolveu o Sistema de Avaliação e Monitoramento – SAM.

Segundo a gestora da Assessoria de Projetos da Sefaz, Myrthes Frota, o SAM está sendo ajustado para possibilitar o acompanhamento e a avaliação da execução do plano estratégico conforme os mandamentos do novo modelo de gestão da SEFAZ.

Inovação fiscal

O Seminário abordou ainda o modelo de gestão da ação fiscal e as novas tecnologias utilizadas no controle e fiscalização de mercadorias, como Documentos Eletrônicos (EFD, NF-e, CTE, Cupom Fiscal Eletrônico), Simples Nacional, Novo modelo de cobrança Administrativa e Fiscalização de Mercadorias em trânsito.

Para Jorge Castro, gestor da área de Planejamento Fiscal da Sefaz, o novo modelo de gestão da ação fiscal reposicionará as atividades de fiscalização com inovação tecnológica e redesenho dos processos e procedimentos fiscais em decorrência principalmente, da implantação do Sistema Público de Escrituração Digital-SPED.

O evento contou, ainda, com a presença do professor Humberto Falcão Martins, doutor em administração e mestre em administração pública pela Fundação Getúlio Vargas, que falou sobre Gestão para Resultados no Setor Público. O especialista enfatizou a importância do planejamento estratégico para as Instituições públicas bem como a necessidade de monitoramento da execução das ações definidas.

via Lista de Notícias.