Fiscalização da Receita gera autuações de R$ 115 bilhões em 2012

As ações de fiscalização da Receita Federal resultaram em uma cobrança recorde de R$ 115,8 bilhões em 2012, valor 5,6% superior à cifra de 2011 (R$ 109,6 bilhões).

Os créditos tributários gerados pelo esforço dos auditores não representam recursos em caixa imediatamente, pois as empresas autuadas ainda podem recorrer das auditorias e revisões.

“Nessas operações, nós indicamos o fato auditado, o valor e a penalidade. Isso forma um auto de infração e o contribuinte pode pagar, pode parcelar, pode não fazer nada ou pode recorrer antes de se tornar arrecadação efetiva”, afirmou o subsecretário de Fiscalização da Receita Federal, Caio Marcos Cândido.

As ações de fiscalização se deram em transações como ganho de capital não tributado, receitas financeiras não consideradas no lucro real em reorganizações societárias e movimentação financeira incompatível com a receita declarada.

SETORES

Segundo balanço divulgado nesta segunda-feira, entre as pessoas jurídicas o segmento industrial registrou o maior valor autuado em 2012, de R$ 41,796 bilhões. No ano anterior, o setor foi autuado em R$ 30,965 bilhões.

O segmento que apresentou o segundo maior valor de autuações foi o de serviços financeiros, com R$ 15,748 bilhões no ano passado, ante uma exigência fiscal R$ 11,627 bilhões em 2011.

Apesar da alta no período, a quantidade de autuações contra empresas do setor caiu de 315 em 2011 para 233 no ano passado. O setor de prestação de serviços registrou uma baixa no valor cobrado, passando de R$ 16,753 bilhões em 2011 para R$ 14,274 bilhões no ano passado.

O mesmo aconteceu com o segmento do comércio, em que as autuações somaram R$ 12,537 bilhões frente R$ 16,027 bilhões em 2011.

A Receita Federal informou ainda que a fiscalização de grandes empresas resultou em uma cobrança fiscal de R$ 87,024 bilhões no ano passado. Em 2011, esse montante foi de R$ 74,495 bilhões.

Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/mercado/1217995-fiscalizacao-da-receita-gera-autuacoes-de-r-115-bilhoes-em-2012.shtml