Estudo aponta que 70% das empresas já priorizam investimento em segurança da informação

CRN BRASIL

Um estudo realizado com cerca de 1,2 mil profissionais de TI e negócios envolvidos diretamente com a segurança de informação de empresas apontou que 70% das companhias já consideram como prioridade os investimentos em tecnologia de segurança da informação.

A 9ª Pesquisa Anual de Tendências de Segurança é de responsabilidade da Assespro Nacional (Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação) e da CompTIA (Associação da Indústria da Tecnologia da Computação), entidade global focada na certificação de profissionais de TI.

Esse número no estudo anterior era de 49%, e a nova pesquisa revela, também, que foram movimentados 35,1 bilhões de dólares em serviços de segurança da informação em todo o mundo durante 2011, e a expectativa é chegar a 49,1 bilhões de dólares em 2015. Profissionais do Brasil, Estados Unidos, Reino Unido, Japão, Índia e África do Sul participaram do estudo.

“Os resultados deste estudo sobre segurança servem de subsídio para identificar as deficiências e as oportunidades neste mercado específico”, afirma em comunicado Luís Mário Luchetta, presidente da Assespro Nacional.

Outro ponto levantado foram as dificuldades nas contratações. Cerca de 40% das empresas de TI veem um déficit muito grande na localização de profissionais capacitados para atuar com segurança da informação.

Entre os pontos que as empresas priorizam os investimentos, estão segurança virtual com 71% e servidores de dados com 61%. Já a preocupação com segurança nas redes sociais é a que menos demanda, com 28% das companhias realizando pouco ou nenhum investimento.

Por fim, o estudo ainda apontou quais as principais demandas que devem movimentar o mercado de segurança da informação, são elas: Big Data, Cloud Computing e Segurança Mobile.

Fonte: http://crn.itweb.com.br/